O Laboratório de Preservação de Acervo Litológico

O que é?

O LitoLab é o Laboratório de Preservação do Acervo Litológico do Museu de Geociências USP. Possui mais de 3 mil itens catalogados e disponíveis para consulta online, distribuídos entre suas coleções científicas de rochas e materiais derivados. O LitoLab atua por meio da seleção de amostras de reconhecida relevância científica, preservando, documentando, divulgando e tornando suas informações acessíveis. No LitoLab, a rocha coletada nos trabalhos de campo transforma-se em patrimônio geocientífico e museológico.

A história

Projetado em 2014 com o objetivo de suprir a falta de padronização de arquivamento e políticas de preservação do acervo geológico coletado por alunos, pesquisadores e docentes do Instituto de Geociências (IGc) da Universidade de São Paulo, o LitoLab, no decorrer do tempo, ampliou suas atribuições.

Fruto de influências museológicas, pela vinculação ao Museu de Geociências da USP, da arquivologia, uma vez que foi criado para ser um arquivo, da biblioteconomia e da técnica laboratorial, ambas trazidas pela experiência de nossa técnica responsável, o LitoLab desenvolveu novos conhecimentos. Como consequência, assumiu novas missões que, inclusive, culminaram na readequação do nome para Laboratório de Preservação de Acervo Litológico.

O espaço

Para atender aos seus objetivos de trabalho, o LitoLab possui duas salas e uma área externa. A sala principal possui o arquivo deslizante e espaço de trabalho para a equipe técnica. A segunda sala, um pouco menor, possui arquivos de gavetas, estúdio fotográfico e local de trabalho para objetos sensíveis.  Aproveitando o espaço externo privilegiado, o LitoLab criou um jardim colaborativo, que conta com várias espécies de plantas visitadas frequentemente por todo tipo de habitantes do campus da USP.

Para saber mais sobre o LitoLab e  como ele funciona é  só acessar o site clicando no  botão abaixo: